20160713Autoeuropa-arquivoA bola está do lado da administração e a unidade dos trabalhadores é decisiva, destacou o SITE Sul, ao informar que apresentou à administração da Volkswagen Autoeuropa uma proposta global com o propósito de contribuir para uma solução que permita superar a actual situação vivida na empresa.
11.1.2018



Trata-se de uma proposta global, assinala o sindicato, observando que a administração tem agora a derradeira oportunidade de se aproximar de uma solução que permita a resolução do conflito.

Tendo presentes as propostas apresentadas e depois de serem conhecidas respostas da administração à Comissão Sindical e à Comissão de Trabalhadores, deve ser retomada a discussão em plenários. O SITE Sul frisa que não deve ser descartada nenhuma forma de luta, cujo momento e formato devem ser devidamente apreciados pelos trabalhadores a seu tempo.

A proposta foi apresentada pelo sindicato numa reunião, dia 9, com a administração. Foi também foi entregue à CT.

O sindicato propôs:

1- Que a administração crie condições para implementar o «horário de transição» em regime de voluntariado;
2- O pagamento do trabalho ao sábado em conformidade com a prática actual, isto é, com acréscimo de 100% da retribuição diária, e descanso compensatório correspondente a 25% do tempo trabalhado;
3- Aos trabalhadores que aceitem laborar no «horário de transição», a administração suportará o acréscimo de despesas com a guarda dos filhos, contra a apresentação do respectivo comprovativo;
4- O pagamento de 250 euros mensais aos trabalhadores que aceitem praticar aquele horário, por forma a compensar a desorganização da vida familiar e pessoal;
5- Um aumento salarial mínimo de 50 euros, com efeitos a Setembro de 2017, para todos os trabalhadores;
6- O aumento para 770 euros do salário A0, aplicável aos trabalhadores recém-admitidos, bem como a passagem, em Janeiro de 2018, ao nível imediatamente superior de todos os trabalhadores admitidos em 2017;
7- O aumento para 15 minutos de todas as pausas, como forma de prevenir o surgimento de doenças profissionais e contribuir para a melhoria da produtividade;
8- O planeamento de investimentos na fábrica deve continuar, nomeadamente numa nova linha de montagem, por forma a permitir uma melhor organização do tempo de trabalho de segunda a sexta-feira.

Ver também:
- Comunicado aos trabalhadores da VW Autoeuropa
- Unidade na Autoeuropa em defesa dos direitos (22.12.2017)
- «Respeitem os trabalhadores da Autoeuropa» (19.12.2017, artigo do secretário-geral da CGTP-IN)