20180406AutoeuropaO SITE Sul promove hoje, na VW Autoeuropa, um dia de esclarecimento e mobilização para a participação dos trabalhadores na manifestação nacional que a CGTP-IN leva a cabo no sábado, dia 9, a partir das 15 horas, no Campo Pequeno. Foi apresentado pré-aviso de greve, a nível nacional, pela Fiequimetal.
4.6.2018

 

Sob a palavra de ordem «Pelos direitos, pela valorização dos trabalhadores», a manifestação, anunciada nas comemorações do 1.º de Maio, tem como objectivo exigir:

– aumento dos salários de todos os trabalhadores, do público e do privado, e fixação do salário mínimo nacional em 650 euros, em Janeiro de 2019;
– revogação da caducidade e outras normas gravosas da legislação laboral, reposição do tratamento mais favorável e da renovação automática das convenções, ao contrário do que o Governo se prepara para propor no Parlamento, com o acordo dos patrões;
– semana de trabalho de 35 horas para todos e combate à desregulação dos horários;
– contra todas as formas de precariedade, para que vigore a regra de que a um posto de trabalho permanente tem de corresponder um contrato de trabalho efectivo;
– reposição do vínculo de nomeação na Administração Pública;
– reforço e melhoria do acesso de todos aos serviços públicos;
– reposição da idade legal de reforma nos 65 anos e reforma após 40 anos de descontos, sem penalização.

A manifestação ganha mais força e razão com as reivindicações específicas de cada sector e empresa.

Assim, o SITE Sul reafirma o apelo a que os trabalhadores da Autoeuropa se mobilizem para a manifestação de sábado, usando para tal, se necessário, o pré-aviso de greve apresentado pela Fiequimetal. Desta forma, será mais uma vez mostrado o seu descontentamento para com a atitude da administração, na imposição do horário «AE19».

A participação na manifestação nacional dará mais força à exigência de pagamento de um valor justo para compensar o impacto que este horário traz para os trabalhadores, na conciliação entre o trabalho e a vida pessoal e familiar.

 

20180609Manifesto 150

 

Ver também:
- Manifesto da CGTP-IN distribuído hoje