canais-rochaFrancisco Canais Rocha
Historiador
(17.1.1930-10.8.2014)

 

Índice de artigos publicados no Jornal da Fiequimetal e no Electrão

 

grevistas-1920
Grevistas impedindo os carros eléctricos
de circularem

Em 1920 Portugal debatia-se com uma grave crise económica, social e política. Nesse ano houve oito governos, um dos quais nem chegou a tomar posse. Isto mostra bem como era profunda a crise.

Com a I Guerra Mundial (1914-1918), a inflação aumentara, florescera o mercado negro e criaram-se novas fortunas. A República, herdeira da de 1910, já tinha pouco a ver com a propaganda dos anos da Monarquia. As feridas deixadas pelo conflito bélico e pela ditadura sidonista (1917-1918) não sararam mais.

Fez este ano 40 anos que se realizou em Aveiro mais um congresso da Oposição ao Estado Novo, denominado II Congresso Republicano. Esta reunião política adquiriu o fervor de uma grande manifestação democrática e patriótica, atraindo ao País os representantes da grande imprensa mundial.

Pela primeira vez, em Portugal, oposicionistas das mais diversas tendências políticas são unânimes em apontar o socialismo como a única via para solucionar os problemas nacionais. E, também pela primeira vez, há plena consciência de que a democratização do País estava umbilicalmente ligada à descolonização. Sem esta não era possível instaurar a Democracia. Este Congresso foi o mais importante na história da luta contra o Estado Novo.