20190510EDP sede arquivoAntes da próxima reunião bilateral, prevista para dia 21, a administração do Grupo EDP deverá enviar dados rigorosos à comissão negociadora sindical da Fiequimetal, sobre as matérias do ACT pendentes e sobre os trabalhadores em início de carreira.
14.5.2019

 

O compromisso foi assumido na quinta-feira, dia 9, numa reunião de negociações da revisão do Acordo Coletivo de Trabalho que visa, nomeadamente, melhorar as condições de progressão.

Num comunicado aos trabalhadores, a CNS/Fiequimetal acusa a administração de evoluir a passo de caracol.

Na reunião foi colocada à administração a necessidade de rever a situação dos novos trabalhadores das equipas TET (trabalhos em tensão) para que lhes seja atribuído o subsídio relativo à função, que é pago aos trabalhadores mais antigos.

Em relação à matéria da saúde, os representantes dos trabalhadores continuam a requerer à Sãvida que invista na melhoria da rede de convencionados, nem que para isso tenha de rever a tabela de actos médicos, que não é alterada desde 2007.

Todos os trabalhadores devem manter-se mobilizados e atentos aos desenvolvimentos, apela a CNS/Fiequimetal.

 

Ver também
- Comunicado aos trabalhadores das empresas do Grupo EDP
- Unidade e luta crescem na EDP depois do protesto de ontem (25.4.2019)
- Concluída a tabela salarial passa-se na EDP às carreiras (3.4.2019)