20190128Efacec arquivoO SITE Norte espera que o Grupo Efacec não use o arresto de bens de Isabel dos Santos, em Angola, para continuar a retirar direitos, levantar processos disciplinares, desencadear despedimentos colectivos e exercer outras pressões, como tem feito para despedir trabalhadores qualificados.
8.1.2020

 

A propósito das notícias que dão conta do arresto, em Angola, de contas bancárias e empresas de Isabel dos Santos, accionista maioritária da Efacec desde 2015, o SITE Norte emitiu um comunicado, admitindo que tais notícias causam apreensão, mas ressalvando que o arresto não abrange as empresas em Portugal, nomeadamente o Grupo Efacec.

Mantendo-se atento e para continuar a defender os interesses dos trabalhadores, o sindicato solicitou para dia 20 uma reunião com a administração da Efacec.

O SITE Norte lembra que em 2020 a Efacec completa 72 anos de existência, e assegura que tudo fará, sempre em articulação com os trabalhadores, para que esta empresa de referência e de grande importância para a indústria portuguesa continue a laborar por muitos e longos anos.

 

Ver também
- Comunicado do SITE Norte aos trabalhadores da Efacec