smp-autoeuropaA unidade e a luta dos trabalhadores da SMP, no parque industrial da VW Autoeuropa, em Palmela, levaram administração a recuar na aplicação do lay-off e a cumprir o acordo assinado com o SITE Sul, com ganhos pecuniários e o fim do «banco de horas», salienta o sindicato.
9.7.2020


Com a sua unidade e organização, em torno do sindicato, e com a determinação colocada na marcação de uma luta, os trabalhadores da SMP (Samvardhana Motherson Peguform) conseguiram atingir os seus objectivos.

Em comunicado, divulgado ontem, o SITE Sul informou que foi possível reverter a situação e obrigar a Direcção da SMP a cumprir o «Acordo na Empresa» assinado e em vigor, nomeadamente no seguinte:

- pagamento do prémio anual, no valor mínimo de 390 euros por trabalhador;
- todos os dias de lay-off que a empresa aplicou vão ser convertidos em DD (down days), ou seja, a empresa vai repor o restante para completar o salário por inteiro, conforme se define no «Acordo na Empresa»; por proposta da Comissão Sindical, o acerto vai ser pago em Agosto;
- deixou de existir o ilegal «banco de horas individual» e quem realizou trabalho suplementar, durante o lay-off, vai receber em dinheiro todas as horas, mais o descanso compensatório, conforme o «Acordo na Empresa»;
- todos os trabalhadores da SMP vão receber mais três DD adicionais, para quando for necessário aplicar.

O SITE Sul considera que toda esta situação era evitável desde o primeiro dia, se a administração da SMP não tivesse feito orelhas moucas e tivesse cumprido o «Acordo na Empresa» assinado com o sindicato.

 

Ver também
- Comunicado do SITE Sul