20200917LisnaveYardsA greve de 24 horas dos trabalhadores da Lisnave Yards, que começou às 00h30 de hoje, tem uma adesão de 90 por cento, estando o estaleiro da Mitrena completamente parado, informou o SITE Sul.
17.9.2020

 

O sindicato, numa informação a partir do local, cerca das 9h00, assinala que os trabalhadores das empresas Lisnave e Garagem Bocage reuniram-se em plenário, em solidariedade com a luta dos trabalhadores da Lisnave Yards.

Na concentração de trabalhadores, na portaria principal do estaleiro, esteve também a secretária-geral da CGTP-IN, Isabel Camarinha, que transmitiu a solidariedade da central.

A greve tem como objectivos:

- Pelos aumentos salariais;
- Pela negociação do Caderno Reivindicativo;
- Pelas devidas remunerações para os trabalhadores que assumem funções superiores;
- Por melhores condições de trabalho (equipamentos, ferramentas e de saúde);
- Contra a sobrecarga de trabalho;
- Pelo fim do regime de adaptabilidade.

 

Ver também
- Greve dia 17 para exigir respostas da Lisnave Yards

 

Algumas fotos na portaria principal do estaleiro
(clique numa imagem para ampliar e navegar no álbum)