Injusticados-roubados-arquivoNa primeira reunião de negociação da revisão do Acordo de Empresa, a Europac Embalagem declarou que não pretende satisfazer nenhuma das propostas dos trabalhadores.
A CNS/Fiequimetal contrapõe que, com a luta, vai-se conseguir repor a justiça e aumentar os salários este ano.
25.3.2015


A empresa justificou a sua posição pelo forte investimento que está a fazer e pelo cenário macro-económico. No entanto, reconheceu que os resultados em 2014 são positivos no conjunto das três unidades. Reconheceu ainda que existe uma diferença de 1,4% entre a inflação verificada e as actualizações dos salários nos últimos quatro anos.

Para a comissão negociadora sindical da Fiequimetal, é totalmente inaceitável que os trabalhadores venham a sofrer em 2015 um novo agravamento das condições de vida. A administração há já vários anos segue uma política de redução dos salários reais, através do congelamento dos salários e outras prestações remuneratórias (a que se junta o brutal agravamento da tributação fiscal sobre os rendimentos do trabalho). Esta prática patronal tem de ser alterada.

Estão marcados plenários de trabalhadores para 31 de Março, em Leiria e Guilhabreu, e 1 de Abril, em Albarraque.

Ver também:
- Comunicado aos trabalhadores da Europac Embalagem