Federação Intersindical das Indústrias Metalúrgicas, Químicas, Eléctricas, Farmacêutica, Celulose, Papel, Gráfica, Imprensa, Energia e Minas - CGTP-IN

20221217EDP novo logo Ao adiar, na véspera, a reunião plenária negocial de 17 de Maio, que primeiro marcara para 19 de Abril, a administração da EDP demonstrou mais uma vez que não está empenhada em melhorar as carreiras profissionais nem em respeitar os direitos dos reformados.
18.5.2023


As progressões na carreira e os direitos dos reformados não são para adiar - protestou a Comissão Intersindical da Fiequimetal (SIESI, SITE CSRA, SITE Centro-Norte e SITE Norte), reagindo a mais este adiamento, comunicado pela administração no dia 16.  

Num comunicado emitido nesse dia, a Comissão Intersindical comentou que estas manobras das Relações Laborais, de empurrar com a barriga, merecem a maior atenção dos trabalhadores, mas também a exigência de que a negociação deve ser feita de forma séria, ética, e com respeito pelos trabalhadores.

A Fiequimetal e os seus sindicatos continuarão a pressionar para uma efectiva negociação, que permita repor os direitos legítimos dos trabalhadores, tanto no que diz respeito às progressões nas carreiras, como no direito à pré-reforma (consignado no Acordo Colectivo de Trabalho) e à reforma na idade legal (preconizada pela portaria do Governo).

A administração não pode ficar com os direitos que o Estado atribui aos trabalhadores.

Renova-se o apelo à subscrição do abaixo-assinado pela redução do tempo de progressão e pela valorização das carreiras no grupo EDP.

 

Ver também
Comunicado «As progressões na carreira e os direitos dos reformados não são para adiar», 16.5.2023
Para demover a administração é necessária luta na EDP (13.5.2023)
Abaixo-assinado pela redução do tempo de progressão e pela valorização das carreiras

 

Subscrever notícias (mailing list)