20190411ConcentracaoCGTPINDepois de uma forte participação dos nossos sectores na grande concentração de ontem, frente à AR, para os próximos dias estão marcadas greves e outras acções de trabalhadores da EDP, da ATF (Navigator), da Auto-Sueco, da Rangel (na Continental Mabor), da Schmitt+Sohn Elevadores, da Fundínio, da Sovena e da CelCat, em defesa de melhores salários e outras justas reivindicações.
12.4.2019

 

 

Na sede da EDP dia 24

O plenário nacional de delegados sindicais nas empresas do Grupo EDP, reunido em Lisboa, no dia 8, decidiu promover uma concentração de trabalhadores, delegados e dirigentes sindicais junto à sede da EDP, no dia 24 de Abril, pelas 15 horas, quando ali decorrerá a assembleia de accionistas, por forma a manifestar descontentamento e afirmar as reivindicações. Foi emitido pré-aviso de greve.

Até lá, vai desenvolver-se uma acção de esclarecimento e mobilização junto dos trabalhadores (realização de plenários, reuniões e contactos).
Da administração da EDP exige-se uma clara melhoria das condições de progressão nas carreiras e nas remunerações, assim como uma negociação séria e rápida das matérias do ACT pendentes;

O plenário decidiu ainda alertar para as consequências que a aplicação do plano estratégico da administração para 2019-2022 poderá ter para os trabalhadores e para o País.

- Comunicado da Fiequimetal aos trabalhadores das empresas do Grupo EDP
- Resolução do plenário nacional de delegados sindicais
- Pré-aviso de greve para dia 24


20190409ATFnavigator Ritz Greve por quatro dias na ATF

Na ATF (Grupo Navigator) estão marcados quatro dias consecutivos de greve, das zero horas de dia 14 às 24 horas do dia 17 de Abril.

Uma delegação de trabalhadores esteve concentrada na terça-feira, dia 9, junto do Hotel Ritz, em Lisboa, (na foto) onde decorreu a assembleia geral de accionistas da empresa-mãe, The Navigator Company.

Os trabalhadores desta fábrica de Setúbal, organizados no SITE Sul, lutam por aumentos salariais; pela aproximação dos salários aos que são praticados na Navigator Paper Figueira; pelo direito ao pagamento de 11 feriados e de 14 prevenções/ano; pela redução do horário de trabalho para 37,5 horas semanais; pelo enquadramento nas categorias adequadas às funções desempenhadas; pela atribuição de cartão (vale) combustível mensal.

- Trabalhadores da Navigator manifestam-se e pedem fim de disparidades salariais (Lusa na TSF, 9.4.2019)

 

20190405SITEnorte autosuecoSemana de greves na Auto-Sueco

Na semana de 22 a 27 de Abril, vai decorrer uma nova série de paralisações na Auto-Sueco Portugal, no Porto. Os trabalhadores da empresa representante da marca Volvo em Portugal fizeram mais uma vez greve nos dias 3, 4, 5 e 6 de Abril.

No dia 5, concentraram-se na sede da empresa (foto).

Depois de três dias de greve em Março, a empresa continua a afirmar que não muda a sua política de aumentos salariais discriminatórios. Por isso, os trabalhadores e o SITE Norte decidiram continuar a lutar.

Almada
Os trabalhadores da Auto Sueco II Automóveis, em Almada, num plenário realizado a 27 de Março, ao analisarem as respostas da empresa ao Caderno Reivindicativo 2019, decidiram fazer greve a 16 e 17 de Abril, das 14 às 17 horas.

Como informou o SITE Sul, a greve inscreve-se na luta pela negociação de todas as matérias constantes no Caderno Reivindicativo 2019, contra as políticas salariais discriminatórias e pela valorização do trabalho e dos trabalhadores.

 

Rangel pára na Continental Mabor

Os trabalhadores da Rangel Distribuição e Logística, a prestar serviço nas instalações da Continental Mabor, em Lousado (Famalicão), decidiram fazer greve das zero horas do dia 17 de Abril às 24 horas do dia 30, por aumentos salariais.

- Pré-aviso de greve apresentado pelo SITE Norte

 

Greve na Schmitt+Sohn a 18 e 26

Depois das acções realizadas em Março, os trabalhadores da Schmitt+Sohn Elevadores, em São Mamede de Infesta (Matosinhos), em luta pela defesa do caderno reivindicativo, decidiram fazer greve nos dias 18 e 26 de Abril, das 15 às 17 horas.

- Pré-aviso de greve apresentado pelo SITE Norte


Fundínio na hora da greve

Os trabalhadores da Fundínio, no Porto, em luta por aumentos de salários, vão fazer greves de uma hora, em todos os três turnos e no horário normal, nos dias 18 de Abril e 2 de Maio.

- Pré-aviso de greve apresentado pelo SITE Norte


Contra discriminações, greves na Sovena

Os trabalhadores da Sovena Portugal (Consumer Goods), no Barreiro, nos plenários realizados dia 9, decidiram marcar greves de duas horas por período laboral, para dias 22, 23, 24 e 26 de Abril.

A decisão foi tomada perante as respostas da empresa ao Caderno Reivindicativo 2019, a aplicação discriminatória dos aumentos salariais, a discriminação dos trabalhadores no acesso ao hospital da CUF e a precariedade existente na empresa.

- Nota de imprensa do SITE Sul
- Pré-aviso de greve

 

Seis dias de greves na CelCat

Os trabalhadores da Prysmian (CelCat) decidiram, em plenário, avançar com greves ao longo de seis dias, em resposta à intransigência da Direcção, que não quer evoluir na negociação da revisão do Acordo de Empresa para 2019.

A falta de melhorias nas condições de trabalho, bem como o aumento da exploração dos trabalhadores e o aumento do custo de vida - como afirma o SIESI - não são compatíveis com a posição da empresa.

As paralisações estão marcadas para dias 22, 23, 24, 26, 29 e 30 de Abril, durante quatro horas (intercaladas) por turno.

- Comunicado do SIESI