20190412Petrogal arquivo 20181115Hoje, amanhã e quinta-feira, nas refinarias de Sines e do Porto e na sede, em Lisboa, têm lugar plenários de trabalhadores para analisar a nova posição da administração da Petrogal nas negociações do Acordo de Empresa e decidir em conformidade.
16.4.2019

 

A informação consta de um comunicado da Fiequimetal aos trabalhadores da Petrogal (Grupo Galp Energia), no qual a federação insiste que os lucros não param de aumentar e nada justifica o ataque aos direitos dos trabalhadores.

 

Relação confirmou «assédio moral»

No comunicado revela-se ainda que o Tribunal da Relação do Porto confirmou a sentença recorrida pela empresa (ré num processo que lhe foi movido por um trabalhador), condenando-a a pagar uma avultada indemnização, a título de danos materiais sérios e relevantes.

Não deixando nenhuma margem para quaisquer dúvidas quanto à forma de agir da Petrogal, o tribunal foi taxativo, ao afirmar que: «Na situação em apreço, ficou demonstrada a actuação ilícita da ré, traduzida na prática de assédio moral» e «ficou igualmente demonstrado o nexo entre tal actuação e os danos sofridos pelo autor».

Esta sentença constitui mais um importante factor de confiança na continuação da luta pela defesa dos direitos, mas, também, pela democracia nos locais de trabalho, conclui a federação.

 

Ver também
- Comunicado da Fiequimetal aos trabalhadores da Petrogal