20190720PSA MangualdeO dia 20 de Julho foi mais um dia de grande adesão ao pré-aviso de greve à «bolsa de horas» na fábrica da PSA (Peugeot Citroen), em Mangualde, vencendo pressões e ilegalidades patronais, informou o SITE Centro-Norte.
22.7.2019

 

Mais uma vez, no sábado passado, a empresa utilizou todos os mecanismos para tentar desmobilizar a greve e minimizar os seus efeitos.

Porém, os trabalhadores, que se concentraram à porta da empresa às 7 horas da manhã, decidiram de forma unânime manter a luta e o pré-aviso de greve, até que a PSA altere o seu posicionamento, de modo a assegurar respeito pela conciliação da sua vida profissional com a familiar, pessoal e social. Deve acabar com as constantes mudanças dos mapas laborais e com as pressões, e garantir a jornada de 8 horas de trabalho e o direito a dois dias de descanso consecutivos (sábado e domingo).

O sindicato lamenta que a empresa continue a cometer ilegalidades para contornar os efeitos da greve: prolonga o turno da noite, chegando a haver trabalhadores que laboram 16 horas seguidas; contrata trabalhadores através de empresas de aluguer de mão-de-obra; utiliza trabalhadores que estão em formação através do IEFP. Isto tudo são situações que o SITE C-N já comunicou à ACT, da qual é exigida uma intervenção enérgica e em tempo oportuno.

 

Ver também
- Luta na PSA demonstra unidade contra «bolsa» (16.7.2019)
- Comunicado do SITE Centro-Norte com pré-aviso de greve

Trabalhadores concentrados à porta da empresa no sábado, dia 20