randstad-manif-22mar2019O SIESI e o SITE Centro-Norte concretizaram o mandato dos trabalhadores e convocaram para amanhã, 13 de Junho, greves de 24 horas nos centros de contacto da EDP, cujo funcionamento é assegurado em outsourcing através da Randstad e da Manpower.
12.6.2019

 

Os trabalhadores em luta têm como objectivo comum a exigência de aumentos salariais e de melhores condições de trabalho.

A greve no centro de contacto da EDP em Seia (Manpower) foi decidida a 22 de Maio, em plenário, com o pessoal dos diferentes horários, por esmagadora maioria e sem nenhum voto contra.

Durante a manhã, a partir das 10h30, trabalhadores em greve vão concentrar-se junto às cancelas das instalações na Quinta da Quintela, em Seia.

O SIESI, ao anunciar a greve dos trabalhadores contratados através da Randstad, recorda que nos call centers as actualizações salariais têm ocorrido praticamente só por efeito do aumento do salário mínimo nacional.

Recorda ainda que os trabalhadores persistem em reclamar a integração nos quadros da EDP (como das outras empresas para que prestam serviço em condições idênticas), uma vez que o outsourcing é apenas um expediente para embaratecer os custos do trabalho e manter uma extrema precariedade laboral.

O SIESI formalizou ainda a convocação de greve dos trabalhadores da Randstad nos dias 18 e 24 de Junho. No dia 18, ocorre uma concentração às 10 horas, frente ao call center da EDP no Parque das Nações. No dia 24, também às 10 horas, os trabalhadores concentram-se frente à sede da Randstad, na Avenida da República.

 

Ver também
- Nota do SITE C-N à comunicação social, com contactos para declarações
- Comunicado do SITE C-N aos trabalhadores
- Nota do SIESI à comunicação social, com contactos para declarações
- Comunicado do SIESI sobre as greves de 18 e 24 de Junho